A oliveira Barnea é um cultivar que surgiu por consequência dos programas de melhoria da cultura iniciados em Israel, seu país de origem. Sua produção é controlada com poda, o tamanho da fruta permite que seja utilizada na mesa (verde ou preta), sendo a variedade mais promovida em novas plantações em Israel, superando a marca de 10% de todas as oliveiras cultivadas neste país.

Nome e origem do cultivar

O cultivar Barnea é resultado de experiencia para melhoramentos de cultivares, e recebe o nome de uma área no deserto do Negev israelense chamada Kadesh Barne’a que fica na fronteira do Egito.

Localização de Kadesh-Barnea e vista dos oásis da região

Ainda quanto ao local, o mesmo é mencionado na Torá (Bíblia Judaica), em Deuteronômio 2:14, onde homens que desobedeceram a Deus foram deixados a perecer, ou seja: banidos da Terra Santa.

Outro nome atribuído a Barnea é “K18”.

Onde é cultivada

Além de Israel, seu país de origem, também é encontrada em diversos outros lugares. Quer seja em centros de estudo ou ainda em exploração comercial. Os demais países são:

Em Israel, as regiões de maior cultivo da oliveira Barnea são a Galiléia, zona costeira e sul, cobrindo uma área de mais de 2.000 hectares do total aproximado de 20.000 ha de olivais em Israel.

Principal vocação

A oliveira Barnea possui um tamanho de fruto com percentual médio-alto de azeite no fruto, logo é utilizada tanto para mesa quanto para produção de azeite.

A Oliveira

É uma árvore exigente quanto a irrigação e cuidados com o solo a fim de se obter uma produção alta.

Oliveiras Barnea
  • Vigor: Médio-alto.
  • Copa: Verticalizada.
  • Densidade da folhagem: Baixa.
  • Polinização: Parcialmente auto-polinizante, contudo poliniza melhor na presença dos cultivares Picual, Manzanillo e Picholine.
  • Produtividade: Alta.
  • Regularidade: Boa.
  • Entrada em produção: Cedo.
  • Enraizamento: Bom.

Resistências

É considerada possuir uma “rusticidade” de média para baixa. Demais resistências são:

  • Frio: Média-baixa
  • Repilo: Média-alta
  • Conchonilha: Média-baixa
  • Umidade: Média-baixa
  • Antracnose Jabonosa (Sabão): Média-baixa

Floração

  • Comprimento: Comprido.
  • Número de flores: Médio.

Folha

  • Formato: Elíptica lanceolado.
  • Comprimento: Médio.
  • Largura: Média.
  • Curvatura longitudinal: Plana.
  • Cor (em cima – em baixo) Verde escuro – “Bege”.

Fruto

Azeitonas Barnea
  • Tamanho/Peso: Médio.
  • Formato: Alongado.
  • Simetria: Semi simétrico.
  • Parte superior: Pontuda.
  • Parte inferior: Truncada.
  • Quantidade de lenticelas: Muitas.
  • Tamanho das lenticelas: Grandes.
  • Desprendimento: Fácil. Chega a cair com o vento quando madura.
  • Soltura da polpa: Fácil.

Caroço

  • Tamanho/Peso: Médio.
  • Formato: Alongado.
  • Simetria: Semi simétrico.
  • Posição no fruto: Central.
  • Parte superior: Pontuda.
  • Parte inferior: Pontuda.
  • Superfície: Rugosa.
  • Número de sulcos fibrovasculares: Médio.

O Azeite

O rendimento sobre a massa de azeitonas é considerado médio. Sua qualidade muito boa, com um perfil sabor muito próprio, frondoso e verde.

Tipicamente também apresenta um azeite “herbáceo” com notas de amêndoas doces e às vezes banana verde.

Sugestão de harmonização

Combina bem com vinagres balsâmicos mais frutados, como o de morango, cereja preta ou mirtilo. Ideal como vinagrete.

Isso não quer dizer que não vá bem em uma sopa e até mesmo em um pedaço de pão.

Liked it? Take a second to support MAURO JOSE DE MENEZES on Patreon!