O significado completo não é encontrado em outra palavra de outro idioma que não o Francês, origem da palavra.

É uma tentativa de qualificar um produto por características adquiridas desde a variedade genética da matéria prima, solo, chuvas, drenagem, adubo, e outros processos com influência direta do ser humano.

Refere-se principalmente a vinicultura, origem do termo, mas já se expandiu por diversos outras culturas como olivicultura, produção de queijos, geleias, embutidos, etc..

Não existe uma medida e padrão objetivo para definir o Terroir, por isso mesmo é considerado por muitos como uma “jogada de marketing”.

Como desdobramento do Terroir surgiram classificações que garante a procedência e processos de diversos produtos. O que tornou-se um fator importante na proteção do consumidor e reconhecimento da qualidade de produto. São as principais:

  • DOP (Denominação de Origem Protegida);
  • DOC (Denominação de Origem Controlada);
  • DCOG (Denominação de Origem Controlada e Garantida)
  • IGT (Identificação Geográfica Típica);
  • IGP (Identificação Geográfica Protegida); e
  • STG. (Especialidade Tradicional Garantida – Somente na União Europeia)

Veja a publicação sobre Terroir, e continue acompanhando o blog para entender as demais classificações.

Liked it? Take a second to support MAURO JOSE DE MENEZES on Patreon!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 10 =

Liked it? Take a second to support MAURO JOSE DE MENEZES on Patreon!