Serbian Flag

A bandeira da Sérvia foi adotada oficialmente em 16 de agosto de 2014. A mesma é concebida dentro dos padrões “PAN-ESLAVOS”, ou seja: Três faixas horizontais iguais. São elas: vermelho no topo, azul no meio e branco em baixo. Em destaque se encontra o brasão de armas no lado esquerdo e centralizado na vertical com seus fusis semelhantes a letra “C” no alfabeto cirílico. A letra normalmente é associada ao lema Samo sloga Srbina spasava ou Само слога Србина спасава. Tradução: “Apenas a unidade salva os sérvios”.

Imagem de capa: Vila campestre Novica Aloric, Foto: https://www.hypeness.com.br/

Observação prévia: Desassociamos Montenegro da Sérvia, pois a autonomia de cada estado já existe desde 2006.

Um pouco sobre a Sérvia

Possui um território de 88.361 Km², incluindo Kosovo, que possui 10.887 km².

A questão Kosovo

A “separação entre Kosovo e Sérvia” existe desde antes do século XIV. Kosovo ficava no centro do antigo império dos sérvios. Com a tomada da região pelos turcos (Império Otomano), a região de Kosovo e Sérvia assumiram identidades autônomas. A Sérvia conseguiu se desvencilhar da Turquia no início do século XIX, tomando para seu controle a região de Kosovo, e em 1918, foi criado o “Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos”, posteriormente, em 1929, chamado de Iugoslávia.

Com o desmembramento da Iugoslávia no começo da década de 1990, Kosovo continuou ligado a Sérvia, enquanto outros países obtinham sua independência. Isso causou diversos problemas, como perseguição de sérvios em Kosovo e a Guerra de Kosovo, motivada por razões étnicas e religiosas, de 5/03/1998 a 11/06/1999.

REGIÃOIDIOMARELIGIÃO – ETNIA
KOSOVOO albanês gheg é o dialeto nativo da população albanesa. Segundo a constituição de Kosovo tanto o albanês quanto o sérvio são línguas oficiais, contudo o turco também é utilizado.A maioria é Mulçumana: Albaneses e Turcos. Seguidos por Cristãos: Albaneses
SÉRVIASérvioA maioria se declara Cristão ortodoxo (6 milhões ou 84,5% da população). As outras religiões são: – Católicos romanos 6%; – Mulçumanos: 3%; – Protestantes (1%). Existem outras denominações em menor número, e 1,1% da população se declara ateia ou agnóstica.

Independência de Kosovo é reconhecida por: Afeganistão, Albânia, Alemanha, Arábia Saudita, Austrália, Áustria, Bangladexe, Barbados, Bélgica, Bulgária, Canadá, Costa Rica, Croácia, Dinamarca, Eslovênia, Estados Unidos, Estónia, Finlândia, França, Honduras, Nova Zelândia, Países Baixos, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malásia, Noruega, Panamá, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido, Senegal, Suécia, Singapura, Tonga, Iémen, Suíça, Taiwan, Turquia, Andorra, Egito, Gabão, Paquistão, Líbia, Kuwait, Tanzânia, Antiga e Barbuda, Mauritânia, Chade, Malta, Essuatíni, Islândia, Mônaco, Liechtenstein, Coreia do Sul, Ilhas Marshall, Burquina Fasso, San Marino, Chéquia, Colômbia, Belize, Samoa, Montenegro, Macedônia do Norte, Emirados Árabes Unidos, Estados Federados da Micronésia, Maldivas, Gâmbia, Barém, Jordânia, República Dominicana, Malaui, Vanuatu, Djibuti, Kiribati, Tuvalu, Catar, Andorra, Guiné, Níger, Benim, Santa Lúcia, Costa do Marfim, Haiti, Brunei, Timor-Leste, Fiji, São Cristóvão e Neves, Guiana, El Salvador, Tailândia e Somália.

Não reconhecida por: Argentina, Arménia, África do Sul, Angola, Azerbaijão, Brasil, Bósnia e Herzegovina, Bielorrússia, Bolívia, Camboja, Cazaquistão, China, Chile, Cuba, Eslováquia, Espanha, Quénia, Filipinas, Roménia, Rússia, Síria, Grécia, Geórgia, Irão, Iraque, Índia, Indonésia, Jamaica, Lesoto, Mali, Madagascar, Marrocos, México, Namíbia, Tunísia, Ucrânia, Uruguai, Vaticano, Venezuela, Vietname, Zâmbia, Nigéria, Uganda, São Tomé e Príncipe, Zimbábue, Bahamas, Botsuana, Butão, Guatemala, Guiné-Bissau, Equador, Guiné Equatorial, Eritreia, Etiópia, Cabo Verde, Armênia, Sudão do Sul, Camarões, Coreia do Norte, Chipre, Quirguistão, Laos, Líbano, Libéria, Maurício, Moçambique, Mianmar, Moldávia, Mongólia, Nepal, Nicarágua, Paraguai, Ruanda, Seicheles, Papua-Nova Guiné, São Vicente e Granadinas, Ilhas Salomão, Seri Lanca, Sudão, Suriname, Tajiquistão, Trindade e Tobago, Turcomenistão, Burundi, Uzbequistão, Dominica, Granada, Comoros, Palau, República Democrática do Congo, Argélia, República Centro-Africana, Togo, Gana, Nauru, Lesoto, Serra Leoa e Sérvia.

População Sérvia

A população da Sérvia atingiu seu ápice no ano de 1995 com aproximadamente 9,9 milhões de habitantes. Desde então sua taxa de crescimento tem sido na média inferior a -0,4%. Para 2021 o número estimado é de 8.697.747 habitantes. As estimativas são de que em 2100 a população seja menos da metade do ano de 2021, algo em torno de 4.217.425 habitantes

Onde fica e como é o território da Sérvia

A Sérvia se encontra na porção sudeste da Europa. Possui 88.361Km², considerando Kosovo e 77.474Km² sem Kosovo. Mesmo considerando os dois territórios juntos, a área total é menor que o estado de Santa Catarina no Sul do Brasil, ou do Maine nos EUA.

Faz fronteira ao norte com a Hungria, a Leste com Romênia e Bulgária, ao Sul considerando Kosovo com Macedônia do Norte e Albânia. A oeste faz fronteira com Bósnia e Herzegovina, Croácia e Montenegro.

A maioria do seu território está dentro da faixa de latitude considerada ideal para a Olivicultura:

Ponto mais ao norte: 46,183550º N – 19,701685ºE.

Ponto mais ao sul: 42,253431º N – 21,696250ºE – Desconsiderando Kosovo.

Ponto mais ao sul: 41,866951º N – 20,692320ºE – Considerando Kosovo.

Serbian localization
Localização da Sérvia

Com a separação da Montenegro em 2006, a Sérvia perdeu acesso ao Mar Adriático – Porção do Mediterrâneo.

Croatia on old Yugoslavia
Antiga Iugoslávia

Altitude do território da Sérvia

A maior parte do território da Sérvia está abaixo de 620 metros, contudo na fronteira com a Bulgária encontra-se o Midzhur, um pico com 2169 m de altitude. Em Kosovo o ponto mais alto é o Deravica com 2656 m de altitude.

Serbia altitudes
Altitudes da Sérvia

Uso da Terra

Land use in Serbia
Uso da terra na Sérvia – Acima mantivemos o Estado de Montenegro para dar destaque a área dedicada a olivicultura quando ainda Sérvia e Montenegro eram apenas um país.

A imagem acima refere-se a um mapeamento feito em 1993, quando Sérvia e Montenegro eram apenas um país. Devido as guerras posteriores (separação de Kosovo) e outras questões políticas, a Sérvia não atraiu muita atenção para criação de documentação atualizada ou de estudo sobre agricultura local e outros temas.

Clima da Sérvia

Temperatura (ºC)

Serbian climate
Temperaturas na Sérvia – Belgrado

Insolação

Insolation in Serbia
Insolação na Sérvia

Belgrado, que fica mais ao norte da Sérvia, e em uma altitude abaixo de 150 metros, possui condições adequadas a olivicultura, quanto a temperatura, insolação e regime de chuvas. Vide:

Plantio – Parte I: Requisitos do Local – OLIVAPEDIA

Curiosidades sobre a Sérvia

  1. A capital da Sérvia, Belgrado, é uma das cidades mais antigas da Europa, com aproximadamente 7 mil anos. Beograd significa “cidade branca”, tendo os celtas a atribuírem esse nome, pois forma um dos primeiros povos a habitarem a região.
  2. As leis antifumo não são levadas muito a sério na Sérvia. A tolerância chega ao ponto de prejudicar os não fumantes incomodados que são obrigados a abandonar o local “enfumaçado”.
  3. Os sérvios são os segundos maiores produtores de framboesa do mundo, ficando atrás apenas da Rússia. O aroma e sabor acentuado das framboesas da Sérvia fazem com que sejam um grande sucesso na Europa e uma fonte importante de renda nas exportações.
  4. A Igreja de São Sava, em Belgrado, da Igreja Ortodoxa Sérvia, é um dos maiores templos ortodoxos do mundo. Ela começou a ser construída em 1935 e ainda está em construção.
  5. O calendário religioso da Sérvia segue o da Igreja Ortodoxa. Por exemplo: no Natal, que é celebrado no dia 07 de Janeiro, não há troca de presentes, mas é assado um grande pão. Neste é colocado uma moeda no seu interior. Quem acha a moeda, reza a tradição, terá um ano com muita sorte.

Produção agrícola da Sérvia

Agricultural production in Serbia
Produção agrícola na Sérvia
Other agricultural products from Serbia
Demais produtos agrícolas da Sérvia

A produção de azeitonas na Sérvia é marginal, logo não figura nos levantamentos oficiais.

Um destaque fica para a produção de framboesas da Sérvia que fazem muito sucesso na Europa:

Raspberry production in Europe
Produção de framboesas na Europa

Cultivares autóctones sérvios

Não existem cultivares registrados como naturais da Sérvia, contudo há de se considerar todos os movimentos de união e separação pelo qual passou a região. O mais recente, tirando a reinvindicação de independência de Kosovo – conforme já explicado acima, foi a curta existência do Estado da Sérvia e Montenegro que durou aproximadamente 3 anos após a dissolução da Iugoslávia – história já contada em Oliveiras pelo mundo: Macedônia do Norte (северна македонија) – OLIVAPEDIA e Oliveiras pelo Mundo: CROÁCIA (Republika Hrvatska) – OLIVAPEDIA, dentre outros.

A declaração formal de independência de Montenegro em 3 de junho de 2006 e a declaração formal de independência da Sérvia em 5 de junho.

Logo não é exata a não atribuição de origem de qualquer cultivar a Sérvia, pois como vimos nas publicações dos países abaixo, vários cultivares são atribuídos a esses países e com origem em tempos remotos.

Cultivares nativos nos países vizinhos:

Albânia: 25

Croácia: 31

Eslovênia: 5

Macedônia do Norte: 0 (explicação no link).

Montenegro: 9

A Olivicultura na Sérvia

É mais fácil falar de olivicultura na Sérvia Montenegro. A olivicultura na Sérvia engatinha após a separação dos dois países em 2006. Não existem números registrados na FAO. No IOC apenas consta que a Sérvia faz parte de um grupo de países que recebe “cooperação técnica e formação do COI que articulam várias estratégias de proteção para o desenvolvimento sustentável e a preservação dos recursos olivícola”. E mais, em texto com livre tradução do COI (https://www.internationaloliveoil.org/olive-oil-germplasm-banks/)

“O COI também desenvolveu projetos para a criação de bancos de germoplasma de azeitona; demonstrações piloto e viveiros de treinamento; campos de oliveira; moinhos de azeite; gestão sustentável da irrigação na olivicultura; tratamento e aproveitamento de água vegetal e bagaço; previsão da colheita da azeitona por meio do monitoramento do pólen; boas práticas para viveiros de azeitonas; e técnicas de produção de plantas para boas práticas agrícolas na olivicultura, para o desenvolvimento sustentável de olivais em áreas caracterizadas por ecossistemas frágeis, etc. Todos os anos, o IOC concede bolsas de doutorado, mestrado em olivicultura e tecnologia do azeite e cursos de especialização para que possamos estimular a pesquisa e a transferência de tecnologias.

As atividades de cooperação técnica e capacitação (seminários, cursos, workshops, estágios, etc.) que realizamos atingiram mais de 8.000 pessoas nos últimos 20 anos. O IOC concedeu um total de 8 bolsas para doutorado, 90 para mestrado e mais de 200 para cursos de especialização. Mais de 36 países se beneficiaram dessas atividades: Argélia, Argentina, Bélgica, Brasil, Croácia, Chipre, Egito, França, Alemanha, Grécia, República Islâmica do Irã, Iraque, Israel, Itália, Jordânia, Japão, Líbano, Letônia, Malta, Montenegro, Marrocos, Polônia, Portugal, Sérvia, Romênia, Eslovênia, Estado da Palestina, África do Sul, Síria, Suécia, República Tcheca, Tunísia, Turquia, Reino Unido, Uruguai, EUA, etc.”

Outras referências

No site Selina Wamucii, no endereço que traduzimos de forma livre:https://www.selinawamucii.com/insights/market/serbia/olive-oil/, encontramos informações sobre a exportação de azeite pela Sérvia, que vem involuindo após um curto período de crescimento até 2011, quando atingiu a marca de 101 toneladas métricas, ou seja: aproximadamente 93 mil litros.

Azeite exportado pela Sérvia

A quantidade de azeite exportada pela Sérvia em 2020 foi de 12 toneladas. Em 2019, a Sérvia exportou 45 toneladas de azeite. Somente para o ano de 2019, o mercado do azeite de oliva da Sérvia (categoria processado) diminuiu, mudando em -10% em comparação com o ano de 2018. Entre 2017 e 2019, as exportações de azeite caíram -28,57 por cento, rendendo à Sérvia US $ 0,12 milhões para o ano de 2019. As exportações de azeite da Sérvia são classificadas como:

• Azeite virgem e suas frações obtidos do fruto da oliveira unicamente por meios mecânicos ou outros meios físicos, em condições que não conduzam à deterioração do azeite (código SH 150910)

• Azeite e frações obtidas do fruto da oliveira exclusivamente por meios mecânicos ou outros meios físicos, em condições que não conduzam à deterioração do azeite (excluindo virgem e quimicamente modificado) (código SH 150990)

• Outros óleos e suas frações, obtidos exclusivamente de azeitonas, mesmo refinados, mas não quimicamente modificados, incl. misturas destes óleos ou frações com óleos ou frações da posição 1509 (código SH 151000)

Olive oil export by Serbia
Exportação azeite pela Sérvia

Liked it? Take a second to support MAURO JOSE DE MENEZES on Patreon!